quinta-feira, 10 de março de 2016

Quartos-de-final dos Campeões (UEFA)

O SL Benfica apurou-se, em mais uma jornada Gloriosa, pela 18ª vez para as oito melhores equipas da principal competição da UEFA. Este número apenas é superado por 3 clubes, curiosamente, aqueles que são vistos como os mais fortes da actualidade e vencedores das 3 últimas edições da competição:

33 Real Madrid CF
26* FC Bayern München
19* FC Barcelona
18 Manchester United FC
*Provavelmente ainda serão apurados para os quartos-de-final desta edição.

Dados da UEFA sobre as participações do SL Benfica entre os 8 melhores da Europa:

Season Competition Competition P W D L
2011/12 UEFA Champions League Quarter-finals 14 6 5 3
2005/06 UEFA Champions League Quarter-finals 10 4 3 3
1994/95 UEFA Champions League Quarter-finals 8 3 4 1
1991/92 European Champions Clubs' Cup Third round 10 4 4 2
1989/90 European Champions Clubs' Cup Final 9 7 0 2
1987/88 European Champions Clubs' Cup Final 8 4 3 1
1983/84 European Champions Clubs' Cup Quarter-finals 6 3 0 3
1977/78 European Champions Clubs' Cup Quarter-finals 6 2 2 2
1975/76 European Champions Clubs' Cup Quarter-finals 6 2 1 3
1971/72 European Champions Clubs' Cup Semi-finals 8 4 2 2
1968/69 European Champions Clubs' Cup Quarter-finals 5 2 1 2
1967/68 European Champions Clubs' Cup Final 9 4 3 2
1965/66 European Champions Clubs' Cup Quarter-finals 6 3 1 2
1964/65 European Champions Clubs' Cup Final 9 6 1 2
1962/63 European Champions Clubs' Cup Final 7 3 3 1
1961/62 European Champions Clubs' Cup Winner 7 4 1 2
1960/61 European Champions Clubs' Cup Winner 9 7 1 1

Nesta lista o SL Benfica encontra-se em 4º lugar, entre os cerca de 500 clubes que já participaram na competição. 131, já contando com o WfL Wolfsburg, apuraram-se pelo menos uma vez para a lista dos 8 melhores. 73 desses clubes já se apuraram pelo menos uma vez além dessa fase.
No entanto, ainda há quem a uma distância enorme do SL Benfica diga o seu nome apenas para que se fale do seu clube, querendo fazê-lo maior do que a realidade apresenta. 1 participação entre os 8 melhores da Europa vale ser um dos 47 clubes em 84º lugar desta lista. Lá vão conseguindo que se fale deles.

No total de todas as competições europeias o SL Benfica vai para os seus 30ºs quartos-de-final em 61 anos de competições da UEFA. 

Ranking da UEFA

Com esta vitória o SL Benfica deu mais um grande passo para manter o 6º lugar no ranking da UEFA, não é um benefício muito maior que os lugares abaixo, até cerca do 12º lugar, mas é um registo de assinalar.

O SL Benfica assegurou ainda para Portugal a presença de 3 equipas na UEFA Champions League 2017/18, tendo sido o principal responsável, ao longo dos últimos 5 anos, pelo ranking que garante este benefício. 

Houve uma altura em que o SL Benfica ficou em 6º e 4º na Liga nacional (2000/01 e 2001/02) e não se qualificou para as competições europeias, na altura foi gozado pelos rivais; hoje fazemos pontos que até ajudam aqueles que ficam em 3º na Liga Portuguesa a qualificar-se para a Liga dos Campeões. Depois de 2002 o 4º lugar valeu qualificações à vontade para a Europa, aqueles que por lá andaram várias vezes iam garantindo o seu lugarzito europeu.

UEFA Youth League

Também esta semana a equipa júnior do SL Benfica jogou pela 3ª vez consecutiva os quartos-de-final da UEFA Youth League, ou seja, todas as edições disputadas, tal como Chelsea FC. A equipa benfiquista foi eliminada pelo Real Madrid CF, depois de uma campanha brilhante na fase de grupos, onde assegurou a maior goleada de sempre da UYL, o maior número de golos marcados e a maior diferença de golos.

Estes valores da formação chegaram mais uma vez longe sem poder contar com jogadores como Lindelöf, Gonçalo Guedes e Renato Sanches, que felizmente já tiveram oportunidade de jogar num nível superior.

No ranking de sempre da competição o SL Benfica apenas surge atrás do Chelsea FC, isto mostra o bom trabalho que tem sido feito na Academia. 

clube P J V E D GM GS DG Pt
Chelsea 3 23 20 1 2 73 16 57 61
Benfica 3 26 17 6 3 70 26 44 57
Barcelona 3 25 15 7 3 55 23 32 52
Real Madrid 3 25 16 3 6 63 30 33 51
Atlético Madrid 3 22 14 3 5 58 31 27 45
Manchester City 3 23 13 5 5 53 22 31 44
Anderlecht 3 21 11 5 5 45 28 17 38
PSG 3 22 10 7 5 42 29 13 37
Ajax 3 18 11 3 4 41 27 14 36
Arsenal 3 22 10 4 8 41 30 11 34
Falta o jogo Chelsea FC - AFC Ajax dos quartos-de-final.

O prémio de Melhor Academia do Ano nos Globe Soccer Awards e estes resultados vêm mostrar que ser o melhor na formação - ou em qualquer outra coisa - não é imutável, é um trabalho que tem de ser construído constantemente. Não é por uma reportagem da BBC dizer que se é a 2ª ou a 3ª melhor academia da Europa que isso faz com que um clube tenha a melhor formação eternamente. Neste momento a melhor formação é a nossa, mas muito tem ainda de ser trabalhado, porque nós não vivemos de distinções efémeras.

segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

O melhor "Cosme Damião"

Hoje foi dia de entrega dos Galardões Cosme Damião, o prémio máximo de prestígio benfiquista. De entre todos destaco a categoria Homenagem, entregue aos "Magriços" que em 1966 tão bem representaram Portugal no Mundial de futebol. Não foi um prémio apenas para benfiquistas, mas para todos. Num momento em que outros tanto tentam desencadear ódio, o SL Benfica destacou a amizade.
Eis as mensagens de alguns dos agraciados com este prémio de Homenagem, entregue pelo presidente Luís Filipe Vieira:
“É um momento especial que também vem de um Clube especial. Gesto de gratidão que revela e sustenta os princípios e valores que se aprende neste Clube. Não só aos jogadores do Benfica, mas aos Jogadores de Portugal. Gesto de grandeza que só percebe é cabe aos inteligentes, humildes e é exatamente onde nós nos revemos, no Sport Lisboa e Benfica”, António Simões
“Luís Filipe Vieira, o presidente, não se esquece de homenagear os jogadores do Benfica. É um orgulho receber um prémio de um Clube que é o principal rival do Sporting. Muito obrigado ao Benfica”, José Carlos
“Parabéns ao Benfica pelos 112 anos. Estou muito sensibilizado por esta homenagem”, Hilário
“As rivalidades só existiam dentro de campo! Eramos amigos, havia uma convivência, uma consideração pelos clubes. Representamos todos aqueles que já não estão connosco! Seremos sempre só nosso Clube, os outros são nossos adversários nunca nossos inimigos”,
José Augusto

sábado, 27 de fevereiro de 2016

Clubismo extremo - uma experiência para estrangeiro ver

Tenho um amigo francês que mora em Lisboa e gosta muito de desporto e como tal gosta de ir ver jogos importantes do SL Benfica. Foi a vários jogos da UEFA Champions League, entre eles um com o FC Barcelona em que no meio do ambiente hostil criado pelo público ao adversário, ficou surpreendido e agradado com a forma como o público soube abstrair-se desse ambiente e aplaudir o Puyol quando este saiu lesionado, colocando o homem acima do jogo.

Comecei a levá-lo a jogos de outras modalidades. Um dos primeiros foi o jogo de hóquei em patins contra o Sporting CP na primeira jornada após nos termos sagrado campeões europeus no Dragão Caixa, foi um belíssimo jogo e ele ficou muito bem impressionado com o desporto que desconhecia e considerou muito técnico (muito mais que o hóquei em linha que chegou a jogar). Neste momento quer que o leve a todos os desportos do SL Benfica, gosta da experiência, e quer levar o afilhado a jogos das modalidades do SL Benfica.

Continua a não ser Benfiquista, é apenas do seu Stade Rennais e do Manchester United FC, apenas gosta de ir ver os jogos do SL Benfica.

Não é segredo para ninguém que acompanhe o desporto em Portugal (para não ir mais longe), que o desporto, especialmente quando ligado a clubismo/bairrismo, transforma as pessoas - faz sair o Mr Hyde que existe dentro da maioria das pessoas. Quando se trata de um dérbi o sentimento é maior, a transformação acompanha a emoção.

Num momento em que o desporto nacional fervilha (com ligação directa à subida ao poder de pessoas irresponsáveis num certo clube), deixo-vos um relato do Alex sobre o jogo a que fomos assistir da Final do Campeonato de Futsal de 2012/2013. Na altura tinha-lhe pedido que escrevesse para o blogue sobre as suas experiências com o SL Benfica, foi este o relato que me deixou, e que só agora publico.

"It was a very hot day in June 2013 and I remember being absolutely exhausted from the night before but all this tiredness was about to go away.

Indeed, I was on my way to have my first futsal experience and it wasn’t just any game, it was the final of the Portuguese league and local derby between Benfica and Sporting.

I wasn’t expecting much but I was very curious to see the level and style of play of indoor 5-a-side football. On our way the pavilhão, I realised that there was of few riot police vans which I thought was rather strange for such a small event but I was soon about to find out why.

As we walked in the atmosphere was quite cheerful and the arena (capacity of around 1,000) was about half empty. Then all of a sudden, we started to hear people chanting and it was getting louder and louder … that is when the away fans arrived.

My level of Portuguese is pretty low but it was not hard to see that they were not singing love songs to their Benfica counterparts. The craziest thing for me was when they started to light up flares inside the arena!!

As the game started, my eyes caught the eyes of a Sporting fan standing in the crowd about 20 – 30 yards away. The guy was on form to say the least and made a throat cutting gesture at me before showing me his longest finger… Nice J! Absolutely baffled I could not help myself and had to send him a lovely kiss! The guy was definitely not expected that and did not really want to do, it was quite funny.

Unlike 11-a-side, Sporting is a much stronger side and you could see it a little on the pitch. The style of play is very different to football as I know it and I could help but noticing that very single player controls the ball with the sole of their foot which I thought was rather strange but watching more of the game I realised that it is the best way to keep the ball close to you as the game is incredibly fast.
At half time, a Benfica fan went down to the bottom of the stand right next to all the Sporting fans desperately waiting for one of them to look at him so he could give him a bit of abuse but unfortunately for him, no one was interested.

Sporting went on winning … and therefore were the league champions. Paulo and I stay to look at the celebrations. The Sporting fans were cheering and the Benfica fan were pretty pissed off, I even saw the daughter of Alfredo’s owner giving the away fans the finger! I could not believe it, she seems so nice and calm when working in the restaurant.

I was taking pictures of the Sporting players and fans celebrating when (Paulo told me afterwards) Benfica fans started wondering who the hell I was. At one point a Benfica fan had decided to use the fire hose to splash the away fans with water. As I thought this was pretty funny, I started filming it but Benfica fans did not like this at all, they believed I was a Sporting fan and would use this video to disclose the guy’s identity to the police. They tried to snatch my phone, but quickly let go when they realised I was foreign and deleted the video. I have to say I do love Lisbon, because if this had happened in Paris for example I am almost certain I would have ended on the floor with my mobile stolen!!

On our way out things were getting pretty heated and a couple of fans definitely lost it, they were throwing barricades at the police who had to use tear gas in the end. I wanted to stay to see what was going to happen when the away fans would go out but Paulo, who was wearing a Benfica top, told me it was probably a better idea to go.

We went for a drink in Alto dos Moinhos when the whole crew of Benfica fans (including the one who tried to snatch my mobile) arrived and sat on the terrace to have few beers. I could not understand much of what was being said but they were apparently basically boasting about had just happened and wating for the fans to come out!

Overall, it was a brilliant experience and all the more surprising when you think that Lisbon is such a peaceful city. I guess some people become different person when they go to the stadium."

Acrescento que a caminho de casa no táxi, porque o ambiente não parecia muito seguro na zona do metro, ainda tive que tirei a camisola do SL Benfica porque alguns carros com sportinguistas passaram por nós e, apesar de os ignorar, estavam a provocar e a procurar resposta.

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

Entrevista a Football Leaks

O jornal desportivo alemão 11 Freund conseguiu chegar à fala com os responsáveis do Football Leaks que têm tornado públicas as negociatas do futebol europeu, nomeadamente as que incluem intermediários e passes de jogadores repartidos, os famosos TPO. A entrevista foi feita por mail e está dividida em três partes. A terceira é impressionante! Parece que a transparência é um problema para a Doyen e para o Sporting CP.

Fica aqui o link para a entrevista original e abaixo a cópia da mesma


Parte 1 »We’ve got more than 500 GB of documents«

Who is behind »Football leaks«?

We prefer not to go in to such details. Our project is shaking everything from top to bottom, so as you can guess we are creating a lot of enemies, powerful people within the business. And for them transparency in football is a problem.



Reports say you are a group from Portugal. Is that correct?
Yes, we are from Portugal.





When was your organization »founded«?


We decided to start all this back in September 2015, and our main goal at the time was to expose all the lies and controversies within Portuguese clubs. Last summer’s transfer market was the most intense ever in Portugal, there were some shocking transfers, for example Jorge Jesus move from Benfica to Sporting, controversy and many unanswered questions, mostly involving Sporting Lisbon. We decided to help the people understand what really happened so we focused on unmasking that. And fortunately we were able to go even further thanks to our sources. 



Some sites compared you to the likes of Edward Snowden and other whistleblowers. What do you think of it and what are your aims?


All we want is transparency in the sport we all love. Some clubs have no respect for the fans, everything is a taboo; the players wages, transfer contracts, secret clauses, intermediates, etc. The clubs hide everything. In our opinion NBA is a good example of transparency, there are no secrets. Everyone knows how much a specific player or coach earns, and they themselves do not hide it. That’s what football needs.



Contracts and agreements between two parties are not intended to be shared for the public – whether it is in football or elsewhere.
If everyone would think like that there would be no Wikileaks, Luxleaks, Offshore leaks, etc. Everyone would still live in a lie… Football is losing a lot of credibility, the total lack of transparency and the huge amount of undisclosed fees are disrespectful for the fans, so someone had to do something. Fortunately by putting these files online we are finally making an impact across the world, and people are starting to discuss more about those topics. We all want the same. A more transparent a credible sport.


It seems that Third-Party-Ownership is your main topic. If so, how come?


In our opinion there is huge lack of information surrounding those Investment funds. Their existence inside football raises important issues in terms of potential conflicts of interests and match fixing. And of course there’s the risk of money laundering and other criminal activities. Those funds only have a financial interest, which clearly leads to contractual instability between football clubs and players.



Is there any proof for money laundering yet?


We don’t want to accuse anyone without enough evidence, but, for example, Doyen’s structure seems prone to money laundering.



You gained popularity for the first time when you published contracts of Doyen and Twente. Is it an emblematic case of TPO-rule violation?
 Yes, that’s an emblematic case. It shows the damaging interferences of TPO in football clubs policy together with a criminal mismanagement and an irresponsible president. What Doyen Sports do is totally criminal and harmful for the clubs. If you analyze all their Economic Rights Participation Agreement (ERPA), not only with Twente, but with several clubs, you will see they take advantage of cash-strapped clubs and impose unfair terms on the clubs. That’s what we can call ‘loan sharking’. Nevertheless those agreements probably breach the FIFA Regulations on the Status and Transfer of Players article 18bis. Most of the clubs involved in those agreements can be in deep trouble and possibly face a FIFA sanction.



In one document it is said that Twente had to compensate 50 percent of the refused offer for a player whose transfer rights shares lay in the hands of Doyen. But how would Doyen find out about a certain offer and it`s details for a player?


Because usually Doyen is the one searching for offers, and when they present it to the club, they have no other choice than to sell the player. Doyen’s contracts usually contain aggressive clausules, similar to loansharking.



So investors could have actually put clubs under pressure to sell the players?


Unfortunately that’s common, and happens behind the curtain. Investors place the players in certain clubs with the promise that in 1 or 2 years they can move them again to bigger clubs. That’s profitable for the investment funds and their fellow agents.



The selling of transfer rights to private investors often is an „open secret“ in football. How does this openness correspond with the prohibition of exactly that action in international football regulations?


In Europe Third Party Investment deals are still happening behind the curtain but nowadays disguised as »Scouting Agreements« and »Intermediary Agreements«. There’s still a lot of money circulating behind the curtain, and not even FIFA has the slight idea of what’s going on. The growing influence of player agents, and the use of offshore corporations continues to be very problematic.



Could you tell us how much Doyen has earned from its engagement and share investments in transfer rights during the past five years?


More than 70 million euros, according to their internal documents.

Parte 2 »The start of a new era in football«

Why did you decide to publish documents and information on a blog and not provide information to the media?

Portuguese media usually ignore incriminating informations regarding specific football clubs. The lobby is too big, and even the Portuguese Football Federation and the Portuguese League are accessary to TPO deals, similar to the ones involving Twente in the Netherlands.
 Creating a website was the best solution, a huge amount of people found out about it, and social networks did the rest.



In publishing documents one could say you violated the bank secrecy. How you would justify these publications?

From the past four years Doyen Sports was surrounded by mystery, they rarely talked to the press and they never showed any sign of transparency. No one knew nothing about their TPO deals, the secret clauses and mostly importantly no one knew who was the real investor. As everybody can see Doyen is a clear offshore structure using trustees to hide the ultimate beneficial owners.
 Publishing Bank Statements is just another way to help FIFA in their compliance activities and the Malta Financial Services Authority in their investigation against Doyen’s irregular activities.



Why don't you just contact Fifa then? Why did you choose a platform?

As everyone knows FIFA was affected by a huge scandal, so at that time we were not sure if sending documents to the FIFA would really make a difference. A platform surely was the best solution in our opinion, but of course we can directly collaborate with FIFA if they ask to.




You were accused of hacking information and documents. What do you make of that?


Doyen made the accusations. The same people that lied and deceived the Dutch Football Federation, and the same people that said the secret TPO document was false. That says it all about Doyen Sports and their modus-operandi.



So did you hack information and documents?



Surely not, and we can give you an example. Doyen Sports accused us of perpetrating a cyber attack, and in a statement (available on their website) they said that on October 4, 2015, they filled a criminal participation to the police regarding that matter.
 But this past weeks we published documents about Doyen dating of November and December. So how could that be a cyberattack?!



The key question is how do you get to your information. The president of Sporting said you acted on behalf of arch rivals Benfica. Could you deny having bonds to officials of other clubs or pursuing an agenda of a club/party with these publications?



Yes, we have no agenda. We are just fighting for the sake of the sport, but we can’t change anything on our own. Fortunately the Bale’s leak took us to a wider audience and now a lot more people has got the chance to read all the controversial documents involving clubs and investments funds.



Are there any bonds to officials of other clubs?

No, we are totally independent.



You published agreements between Tottenham and Real that showed that Bale was the most expensive player. Can you tell us how your work has changed after the impact of the Bale revelations?


First of all our mailbox is a mess at this moment. We’ve been receiving hundreds of emails, and that’s surely a good thing. We are finally making an impact across the world and we hope that’s the start of a new era of transparency in football.



The leak concerning Mesut Özil was as startling as the Bale one. But what was the reason for you to publish it? Because there were no revelation concerning investors as far as I know.


We don’t only publish contracts revealing links to investors, we also want to expose secret clauses and undisclosed fees.



Parte 3 »They want to silence us«

Have Fifa, national football associations or the clubs connected to the publications tried to get in contact with you or even threaten you?
On the contrary, FIFA welcomes all those revelations. And we were happy to hear that FIFA TMS General Manager Mark Goddard checks our website, and uses the information for their compliance activities. We only had problems with Sporting Lisbon and Doyen Sports, looks like transparency was problematic for them…



It is said that the both of them are trying to sue you. Did police or lawyers approach you?



We don’t trust the Portuguese authorities, in fact we know things in Portugal always run in a very dirty way when there is a lot of money involved. Doyen’s influence is very powerful, and we know in fact the investigation proceedings have been compromised.





How do you know?

Our sources found that evidence, and we know about secret meetings, between members of the Portuguese Police and that agency, in Lisbon. Rogério Bravo, a Portuguese Police Chief Inspector is a very good friend of Nélio Lucas (Doyen’s CEO) and he was pressuring the Attorney General's Office to share all the details about the investigation. In fact Doyen is only using the police investigation to get to us, and they hired a private intelligence agency (Marclay Associates) to do the dirty job.



What does »dirty job« mean?


It means they are on the field searching everywhere as they want to stop this at any cause. The Big Bosses in Turkey and Kazakhstan are really angry, and they want to silence us as fast as possible, so people can understand we are facing huge risks. 



Now it becomes complicated. Why Turkey and Kazakhstan? Who do you mean?
The bosses of the Doyen Group - the Arif family, one of the richest families in Turkey, with ties to Donald Trump and the Turkish President.
According to some reports Tevfik Arif was once arrested on a yacht in 2010 by Turkish police investigating a prostitution ring.




The Daily Mirror reported that you were blackmailing Doyen's Nelio Lucas via mail. It says you demanded money for holding back documents.We never contacted Nélio Lucas. And don’t you think that is strange that only Doyen Sports claims they were victims of blackmailing?!

 That all sounds like a really desperate attempt to discredit Football Leaks.

The report says you used the name Artem Louzov in mails. Is that true?
No. But we recognize that name. We’ve received some strange emails from someone called Artem Lobuzov in early December. He said and I can quote »You are very good. I want to buy your information you have on sports - how much do you want?« »I can offer around 650k Euros«. We obviously refused such an offer.



Did you ever delete documents and if so, why?
Of course not, in fact we’ve got now more than 500 GB of documents. We have thousands of documents, and we are still reviewing the information. 




So you plan to publish more documents in the nearer future?


You can expect many new revelations, about transfers and investment funds.

quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

Com este desaire caseiro contra o Atlético de Madrid, Rui Vitória perde favoritismo para ganhar o Prémio Stromp em 2016.


Olá a todos. Sou novo por aqui. Obrigado pelo convite. A minha bitola será mais ou menos esta...

domingo, 27 de setembro de 2015

O Benfica é de Carnide?!

Com tantas coisas que se podiam comentar deste discurso que tanta comédia pode proporcionar: http://www.record.xl.pt/futebol/nacional/1a-liga/sporting/detalhe/discurso-de-bruno-de-carvalho-em-direto-977370.html 

O que mais me faz rir é a ignorância que mostra. Diz o presidente do Sporting CP que "o Benfica é de Carnide", é hilariante o ridículo a que se se presta com esta afirmação. Não que interesse para alguma coisa de que freguesia é o SL Benfica, mas já que fala em público a representar um clube que representa tantas pessoas (segundo o próprio quase tantos sócios e tão próximo em número de adeptos, andam é muito escondidos há muito tempo) não devia dizer em público tantos disparates fáceis de desmontar, na função que ocupa ridiculariza a própria instituição a que preside.

A própria JF de Carnide não tem pretensões sobre o SL Benfica:

Ou o presidente do Sporting CP mostou ingnorância ou falou de um Benfica que eu desconheço.

Já agora o Carnide a que os adeptos sportinguistas tantas vezes se referem é um grande rival histórico do Sporting CP, na modalidade em que ambos competiram só nos anos 80 o Sporting CP conseguiu ultrapassar o número de tírulos do seu grande rival.

quinta-feira, 17 de setembro de 2015

100ª vitória e goleada histórica

Nesta jornada europeia o SL Benfica conseguiu duas vitórias históricas, a centésima vitória na principal competição europeia de clubes (TCCE/LC) e a maior goleada da história da UEFA Youth League.

Contra o FC Astana a equipa principal do SL Benfica venceu 2-0, com uma boa exibição na segunda parte, e conquistou a 100º vitória na TCCE/LC, tornando-se o 8º clube a atingir este número. Apesar de, no site da UEFA já estarem registadas 100 vitórias no final da época passada:

Este quadro retirado de um guia da UEFA sobre registos da competição (até ao final da época passada) contém mais um jogo e mais uma vitória que os reais obtidos pelo clube. Esta discrepância pode estar relacionada com o facto de, na época de 1987/88, a equipa do FK Partizani (de Tirana) ter sido desqualificada após o jogo da primeira mão na primeira ronda, devido a conduta incorrecta nesse jogo, portanto não se realizou o jogo da segunda mão e o SL Benfica não o venceu; o registo do FK Partizani também contém 10 derrotas, quando na verdade apenas tem 9. No entanto, a própria UEFA não considera esse jogo nos registos por época do SL Benfica: 

A equipa de sub-19 venceu o mesmo FC Astana na UEFA Youth League por 8-0 bateu o antigo recorde da competição - NK Maribor 0-7 Chelsea FC, num ano em que o Chelsea FC venceu a competição e conseguiu várias goleadas, esta continua a ser a maior goleada fora de casa. Note-se que o SL Benfica também já foi detentor da maior goleada em eliminatórias com a vitória por 4-0 nas meias finais da primeira edição contra o Real Madrid CF, esse registo foi batido na época passada pelo RSC Anderlechtois ao vencer o FC Porto 5-0 nos oitavos-de-final. 

O adversário era frágil, já se previa que a formação de uma equipa formada em 2009 no Casaquistão onde as competições de juniores ainda não estão bem estruturadas não fosse adversário à altura para a nossa equipa júnior.

Prevejo que com o novo modelo de competição, com um Champions Path para campeões não qualificados para a fase de grupos, este resultado não prevaleça durante muito tempo, no entanto por agora juntamos este recorde à maior goleada a duas mãos na TCCE/LC - 18-0 ao Stade Dudelange na época de 1965/66.

quarta-feira, 9 de setembro de 2015

Entrevista a: Marta Vieira - campeã europeia de hóquei em patins

Ainda antes de saber que a Marta Vieira, uma das jogadoras mais tecnicistas do hóquei em patins português, ia deixar a equipa do SL Benfica, fui fazer-lhe uma entrevista para este espaço dedicado ao SL Benfica. Apesar de me anunciar que ia deixar o clube, gentilmente acedeu ao meu pedido, por tal e por tudo o que fez enquanto desportista do SL Benfica lhe agradeço.

Farmácia Franco: Como chegaste ao hóquei em patins? O que te fez apaixonar por este desporto?

Marta Vieira: Cheguei ao hóquei em patins quase por acaso, a minha mãe trabalhava no pavilhão e eu de ver, acabei a experimentar e ficou. Mas puxando a cassete atrás a onde, eu ainda nem tinha nascido, um irmão da minha avó que morreu muito jovem foi guarda-redes de hóquei e os meus pais, foram apresentados por uma internacional portuguesa que jogava hóquei, Susana Montenegro, são coincidências engraçadas, gosto de contar, parece que mesmo antes de nascer, eu já estava destinada a adorar este desporto.

Abdicas de muito na tua vida pelo hóquei?

Bem sempre abdiquei, desde pequena, de festas de anos, de saídas com amigos, de uma outra coisa mas nada que se compare aos últimos três anos, abdiquei da minha família mais chegada, com quem cresci e acho que em parte foi isso que dificultou tudo, ainda não estava, nem sei se já estarei pronta para deixar de ser “pequenina”, às vezes gostava de ser o Peter Pan e assim a carreira no hóquei até durava mais, era bom.

Foram esses factores que te fizeram sair do SL Benfica?

Pronto está visto que a pergunta anterior já previa de certa forma a minha resposta, fico “feliz” por me ter feito entender junto daqueles que nos seguiam.

Tens expectativa de voltar a jogar pelo SL Benfica? A porta ficou aberta?

Se a porta ficou aberta ou não, é algo que não depende de mim mas no que depende posso dizer que acho que a máxima do nunca digas nunca é importante de se carregar na vida e eu de certa forma apenas precisava de mais duas coisas lá (Lisboa) e acho que se continuasse em forma, acabaria a carreira no glorioso. Portanto um dia até que se pode proporcionar.

O SL Benfica é provavelmente o clube do mundo onde uma jogadora de hóquei tem mais visibilidade, até porque transmite através da BTV para todo o mundo, sentem maior responsabilidade/pressão a jogar no SL Benfica que em outras equipas onde jogaram?

Eu admito que sou fã dessa visibilidade, porque isso lá está tem a ver com o a vontade de cada um, com a personalidade, logo eu sempre achei piada, nunca tive a noção de quantas pessoas me estariam a ver mas sempre quis que fossem quantas fossem, gostassem de mim, tanto dentro como fora de campo, pois cheguei a fazer alguns programas e o certo é que acabei a fazer algumas amizades, logo para mim não havia pressão, quando o jogo passava na BTV ou ia a BTV, era o momento alto da minha semana, adorava, até porque era mais uma oportunidade que via para orgulhar os tais elementos que me faziam falta ai na grande cidade.

Existindo esse canal de tv, qual a tua opinião sobre não transmitir todos os jogos pelo menos do Campeonato Nacional, mesmo que em diferido?

Claro que não sou de acordo, sobretudo porque se repetem imensos programas, nessas horas em que repetem podia sim dar em diferido, não só os nossos como de outras modalidades, porque para um adepto do SLB que interesse tem ver mais que uma vez um jogo da premier league?

Apesar do SL Benfica ser dos clubes do mundo com mais sócios e ter milhões de adeptos, as assistências em casa não estão de acordo com esta realidade, sentes mais a grandeza do SL Benfica nos jogos fora e nas condições de trabalho? 

Há todo um leque de fatores que justificam essa falta de assistências, como o fato de sermos raparigas, como o fato de puderem ver o jogo pela BTV na comodidade de casa, sem terem que apanhar frio, gastar dinheiro, tempo ou gasolina mas pronto, em relação a condições e em certas horas cruciais conseguimos sem dúvida sentir a grandiosidade do Benfica, embora acredito que se fossemos rapazes tinha sido bem melhor, eramos profissionais em vez de amadoras, nos jogos importantes tínhamos aquele pavilhão gigante e lindo cheio mas pronto, é o que é, quem gostava mesmo de nós, acabou sempre por aparecer e agradeço isso, mesmo que tenha sido só uma vez.

Muitas vezes os vossos jogos eram à mesma hora que os de outras modalidades (masculinas) do SL Benfica, achas que isso prejudicou as assistências dos vossos jogos? Não achas que devia haver uma coordenação para que os vossos jogos fossem antes ou depois dos de outras equipas mais acompanhadas do clube? 

Sem dúvida que prejudica e haver coordenação nisso, seria fantástico e creio que não prejudicaria ninguém mas talvez não seja possível, não estou por dentro desse tipo de assuntos, apenas se fosse eu a mandar, claro que tentaria fazer diferente mas eu sou suspeita para falar.

Assisti a um jogo da fase Sul do Campeonato Nacional em que após o fim do jogo oficial, sem tempo de descanso, a equipa do SL Benfica se dividiu em duas que efectuaram um pequeno jogo treino mais intenso que o jogo oficial, a principal intenção deste treino era a preparação para a Taça Europeia? A baixa competitividade da maioria dos jogos nacionais é uma desvantagem que vos faz ter que trabalhar mais nos treinos para poder competir na Europa?

O Benfica é grande e fez o que qualquer clube com as suas condições faria, juntou um grupo de atletas muito fortes, o que faz toda a diferença, o trabalho surge naturalmente num meio como este, pois não há lugares garantidos, não tinha que ver nem com o campeonato, nem com a Europa a meu ver, era apenas trabalhar para ter lugar.

Surpreendeu-te a recepção no aeroporto depois da vossa brilhante vitória na Taça Europeia?

Esse dia esteja onde eu onde estiver estará comigo, fará sempre as lágrimas correrem-me pela cara, até porque mais uma vez duma forma curiosa, quando era pequena dizia a minha mãe que aquilo ia acontecer, ela até escreveu sobre isso no Facebook, só que infelizmente mais uma vez não tive lá toda a gente que gostava de ter num momento daqueles mas tive os meus pais, irmã e dois amigos que vieram do Norte de propósito só mesmo para me abraçar, caras conhecidas e desconhecidas que celebraram com muito carinho aquele nosso feito único, é difícil esconder a tristeza que deixa não se puder repetir isso, vezes e vezes sem conta mas tenho orgulho de puder dizer que o vivi, o que já é ótimo.

Marcaste, contra o HC Mealhada, um bonito golo que foi mostrado até em sites espanhóis, foste estrela pelo mundo fora, como te sentes em relação a isso?

Eu marquei esse golo e nessa noite fui de fim-de-semana para a margem sul e desliguei-me um pouco do mundo mas às tantas liguei o Facebook e recebi mensagens a falar do golo e do vídeo, fiquei muito surpresa por o terem partilhado, ainda hoje não sei quem gere aquela página mas devo-lhe um agradecimento pois durante imenso tempo vi as visualizações aumentarem e fiquei incrédula, mais de 20 mil visualizações é muito, algo que também sonhava mas que não sabia que ia conseguir, trabalhava aquilo nos treinos e no momento achei que era oportuno fazê-lo e só quero dizer que não é de todo desmérito da guarda-redes, acho que foi um lance surpresa só eu sabia o que ia sair dele, era quase impossível ela adivinhar o lance e se o tivesse feito a estrela era ela, não eu, portanto correu tudo bem.

video

Vocês ganharam tudo em Portugal, com apenas 2 empates e nenhuma derrota, ganharam a Taça Europeia (foram a única equipa portuguesa campeã europeia este ano), no entanto o prémio CNID para melhor equipa do ano foi para uma equipa que ficou em 5º lugar no seu campeonato nacional, não ganhou nada em Portugal e venceu uma taça secundária na Europa; achas que foram discriminadas por serem uma equipa feminina? Ou as equipas do SL Benfica este ano ganharam tanto que quiseram premiar um clube a precisar de vitórias (mesmo que simbólicas)?

Sinceramente eu não sei quem ganhou mas fico muito desiludida e até gostava de saber quais foram os critérios para não termos sido nós, só que o que lá vai, lá vai, agora é tarde e fica esse dissabor de não ter ganho um prémio desses, que me parece mais do que um reconhecimento merecido.

Este ano jogou-se o Campeonato da Europa de selecções, tinhas expectativa em fazer parte da equipa?

Não, não tinha.

Passa-te pela cabeça uma experiência no estrangeiro ou isso não é fácil como jogadora de hóquei?

Bem surgiu um convite este ano só que eu já tinha a minha decisão tomada, assinatura feita, portanto não fui e agarrada aos meus como sou, não sei é se aguento mas é algo que é muito ambicionado por jogadoras portuguesas, por mim inclusive, pode ser que sim, a ver vamos.

O jogo feminino é diferente do masculino, especialmente em termos de contacto físico e espaços; costumam assistir frequentemente a jogos masculinos? Tentam aprender com eles e transpor isso para a vossa forma de jogar?

Eles são mais rápidos, mais fortes, … É algo fisionómico logo por muito que tentemos o nosso hóquei vai ser sempre diferente mas acho que em termos táticos e técnicos já nos conseguimos igualar, logo ver jogos deles é claro uma forma de aprender mas acho que até se assiste mais por paixão, por gosto a modalidade.

Quantas vezes por semana treinam? Achas que as condições de treino são as ideais para a equipa?

No Benfica eram três vezes por semana por norma e quanto as condições de treino em si, eram as ideias, o problema é mesmo existir uma vida para além do hóquei, às vezes como amadoras, não é fácil gerir tudo.

Uma vez que no desporto feminino, em Portugal, há tendência para as desportistas terminarem a carreira relativamente cedo, pensas jogar até que altura da tua vida?

Ora aqui está uma pergunta a qual não tenho resposta, porque a minha vida ainda não tem um caminho trilhado nem é possível de prever, acho que me fico por um vou andando e vou vendo.

Se pudesses mudar alguma coisa no hóquei feminino em Portugal, o que seria?

Vou ser muito “gananciosa” se calhar, mas era bom receber nem que fosse ¼ do que alguns atletas masculinos recebem, quem me dera puder viver como eles vivem do hóquei, há melhor do que se fazer o que se gosta e tem jeito como profissão ou pelo menos um extra.

Notei no final de alguns jogos que há um bom espírito de camaradagem entre as jogadoras das diversas equipas, isso é transversal a todo o hóquei feminino ou deve-se ao facto do SL Benfica ter jogadoras provenientes de algumas dessas equipas?

Não é algo de 100% mas quase, é um meio pequeno, temos uma coisa pelo menos em comum (o hóquei) é normal que exista essa tal camaradagem, se bem que o facto de termos vindo de outros clubes ainda faz com que existam mais relações.

Que mensagem gostavas de deixar aos benfiquistas?

Partilho a mensagem com que me despedi no meu Facebook e muito obrigado a ti por esta oportunidade.


“Para alguns já não é novidade, para alguns será mas o certo é que o coração tem razões que a própria razão desconhece! Logo aqui fica a minha "despedida" que será muito curta para tanto que tenho e há por dizer pois não foram dois dias, foram três anos! Mas pronto no dia 14 de Junho encerrei um ciclo, não oficialmente mas encerrei, nesse dia fiz o meu último jogo com o manto sagrado vestido, porque por vezes ganhar não é tudo e valores bem mais altos se elevam, nunca mas nunca me habituei a ausência dos meus, que me acompanharam ao máximo claro mas não tanto como eu precisava, como eu queria, portanto na impossibilidade de eles me acompanharem, regresso eu, regresso eu com muitos sonhos guardados a mesma na mala mas com muitos sonhos também já realizados, sonhos esses que realizei neste clube que é realmente GIGANTE, portanto o meu obrigado a cada uma das pessoas que trabalhou comigo estes três anos (jogadoras, equipa técnica, btv, fisioterapeutas, etc) e a todos os que me apoiaram, família, amigos, adeptos, alguns que agora até trago como grandes amigos, logo a esses e não só digo, não se preocupem, nem façam aquele típico comentário "estás a ser muito burra" porque eu sempre ouvi dizer "Quem está mal que se mude" e eu não estava propriamente mal, estava era triste, não estava realizada e isso, em coisas que realmente importam e por vezes no meu próprio hóquei fazia toda a diferença, os que me conhecem sabem disso. Ainda assim espero ter deixado a minha marca, espero que se recordem de mim com carinho, assim como eu vou recordar tudo, desde o primeiro ao ultimo segundo, porque não foi perfeito mas foi inesquecível e agora vou é continuar a aproveitar bem a vida, que ela é demasiado curta para ser desperdiçada, façam o favor de serem felizes!

Porque a única coisa insubstituível nos clubes são os adeptos, continuarei sempre parte do Benfica”

segunda-feira, 7 de setembro de 2015

Vanessa Fernandes no ITU Hall of Fame


Em 2014 a ITU (federação internacional de triatlo) criou o seu Hall of Fame, introduzindo 3 atletas masculinos, 3 atletas femininas e um lifetime achiever. Na lista de 2015 a mesma sequência foi repetida e dela faz parte uma atleta do SL Benfica: a Vanessa Fernandes [ligação].

Vencedora de:
- Medalha de Prata nos Jogos Olímpicos em 2008;
- Ouro no Campeonato do Mundo em 2007;
- Prata no Campeonato do Mundo em 2006;
- 5 vezes medalha de Ouro no Campeonato da Europa;
- 2 vezes medalha de Ouro no Campeonato do Mundo de Duatlo;
- 4 vezes medalha de Ouro no Campeonato da Europa em sub-23;
- 1 vez medalha de Ouro no Campeonato da Europa em juniores, mais uma medalha de bronze;
- 1 vez medalha de Bronze no Campeonato do Mundo em juniores;
- 1 vez medalha de Ouro no Campeonato da Europa de Duatlo;
- 1 vez medalha de Bronze no Campeonato da Europa de Duatlo em juniores;
- 2 vezes campeã da Taça do Mundo;
- 20 vitórias em etapas da Taça do Mundo.

Foram estes resultados que levaram a Vanessa a tornar-se uma das 6 mulheres que integram este Hall of Fame. As suas 20 vitórias em etapas da Taça do Mundo são ainda recorde de ambos os géneros.

Desde cedo com uma carreira muito promissora, chegou ao SL Benfica em 2005, ainda hoje compete pelo clube mas apenas no atletismo, deixou o triatlo em 2011 (quando ainda tinha 26 anos). Apesar de uma carreira brilhante, ficou no ar a ideia que poderia ter conseguido mais.

Depois do Eusébio no Golden Foot e do Jean-Jacques no FIBA Hall of Fame, há mais uma relevante desportista do SL Benfica representada entre os melhores de sempre nas suas modalidades.

Parabéns Vanessa!

Obrigado, Goran!

Goran Nogic, o responsável pela formação de basquetebol no SL Benfica durante as últimas 8 épocas vai partir, deixa Portugal e ruma ao Canadá. Deixa muito trabalho feito na formação, muitos jogadores formados, muitos títulos.

Desejamos-lhe muita sorte. E esperamos que um dia volte.

Esta foi a mensagem que ele nos deixou:

"Caros Amigos,

Por onde começar… talvez o melhor seja pelo início, desde 1999 com a minha vinda para o Estoril Praia com ideia de ficar apenas um ano. E pronto como em todos os bons filmes (e o meu para já esta um “espetáculo”) fiquei em vez 1… 16 anos.

Se começo a contar agora até 16… 1,2,3,4,5,6,7,8,9,10,11,12,13,14,15,16… ainda me aguento, mas contar todos amigos e amizades que criei ao longo destes anos, ou ainda mais contar os nossos passeios e lutas… nem mais 16 anos chegava.

É um grande orgulho para mim saber que as nossas duas filhas cresceram num País único, rodeados por um povo honesto, humilde e de mente saudável. Crescemos todos no nosso Portugal tanto como pessoas mas também como família. Aprendemos muito… muito mais do que falar, ler e escrever... Aprendemos tudo o que achávamos que era bom para aprender, e ao mesmo tempo lutamos para ajudar a todos aqueles (e não só atletas e treinadores) que precisavam da nossa ajuda.

A minha filosofia desde sempre é que devemos dar sempre mais, do que alguém espera de nós ou pede-nos, para posteriormente podermos pedir aquilo que merecemos e necessitámos para assim podermos subir ao próximo patamar. E foi assim no Estoril Praia, Imortal de Albufeira, FC Barreirense e nos últimos 8 anos no Sport Lisboa e Benfica. Cada um destes clubes e cidades na minha memória ficará marcada só não pelos resultados, vitorias e títulos, mas sim pelas pessoas que tive oportunidade de conhecer e conviver.

É então por isso, que gostava de agradecer a todos por tudo: pela oportunidade, por acreditarem em mim, pela paciência necessária para me aturarem, também pelas coisas menos boas que me fizeram ainda mais forte, pela amizade e pelo respeito. Gostava de deixar ainda um especial obrigado a Sr. Ze Paiva, a Sr. Fernando Barata, a Sr. António Libório, a Sr. Fernando Tavares, a Sr. João Coutinho, a Dr. Almeida Lima, a Sr. José Tomaz, a Sr. Tiago Pinto, e claro e especialmente OBRIGADO para as pessoas que me trouxeram para SL Benfica, a Diretor Geral das Modalidades Sr. Carlos Lisboa e a Presidente do SL Benfica Sr. Luís Filipe Vieira.

Não é fácil no mundo inteiro encontrar um Presidente e Diretor que conseguem liderar um clube e criar condições, para um treinador de basquetebol (num país de futebol), durante 8 anos receber os seus 96 salários, sempre a horas, e que ao mesmo tempo tem toda a autonomia e liberdade para demonstrar o seu saber, o seu entusiasmo, criatividade, mas acima de tudo responsabilidade necessária para fazer o que nós como Formação de Basquetebol fizemos juntos nos últimos 8 anos:

- Vencemos 12 Campeonatos Nacionais e 16 Campeonatos Regionais

- Ajudamos no processo de formação de vários atletas que hoje jogam para diferentes clubes da LPB, Proliga, LFB e no estrangeiro, como por exemplo no Benfica - Tomás, Ferreirinho, Gameiro, Joana Ramos; no Porto - António, Arnete, Galina; no Barcelos – João Ribeiro e J.P. Fernandes; no Galitos – Correia, Castela, Belo; no CAB – Ventura; no Lusitânia – Stefan Djukic; no Ovarense – Cristóvão; no Eléctrico – André Minguens; no Sampaense – Diogo Gonçalves; no Terceira Basket – Tiago e Luís Tomassi; em Espanha – André; no EUA – Cândido, Ruben, Simone, Yoyo.

- Um enorme número de atletas da nossa formação representaram as suas seleções Nacionais e Regionais em diferentes escalões e recentemente a nossa atleta Marta Vargas sagrou-se Vice Campeã Europeia no escalão Sub-16.

- Iniciamos o Basquetebol Feminino Sénior no clube e em 3 épocas subimos 2 divisões com na sua maioria as atletas formadas no clube, grande parte das mesmas desde o mini basket.

- Formamos a equipa Sénior B que na época passada ficou em 5º lugar na Proliga

- Criamos hábitos na organização de alguns eventos como por exemplo o Torneio Memorial de Pedro Raimundo bem como a organização de diferentes Fases Finais Nacionais e Regionais, Jantares de Natal com entrega dos prémios para os atletas que marcaram o ano, a célebre Foto da Família, Caderneta da Formação e ainda o Jornal da Formação entre outro.

Mas para mim pessoalmente relativamente ao nível de trabalho irei especialmente orgulhar-me de três coisas:

- Conseguir com Benfica em 8 anos conquistar 38 trofeus como Coordenador da Formação (23), Treinador da Equipa Sub-20 (5) e Treinador Adjunto da equipa Sénior Masculina (10)

- Ter oportunidade de treinar ao longo dos anos, 10 dos 12 jogadores da Seleção Nacional Sénior Masculina

- Conseguir com a ideia da Academia Monte Basket motivar outros treinadores para fazerem, perto de 10 novos campos de basquetebol (embora, na minha opinião, alguns ainda devam-se libertar de hábitos de fazer apenas campos de férias).

Por fim antes de deixar aqui um agradecimento final, deixar uma mensagem para todos os meus amigos do Benfica, primeiramente quero agradecer a todas as pessoas que muitas vezes ficaram na sombra mas sem as quais a “máquina” não teria funcionado: obrigado Maria João, obrigado Paulo Fernandes, obrigado a todos os funcionários do pavilhão e pessoal da Clínica, pessoal da Logística, de Marketing, dos Recursos Humanos e da Benfica TV.

Obrigado aos meus amigos de Albufeira Nuno, Luís, Helder, Penisga, Tiago, Paulo, Ana…

Obrigado a todos treinadores e seccionistas do Benfica, Barreirense, Imortal e do Estoril, especialmente ao André, Jota, Fredy, Nuno, Tiago, Sérgio, Chico, Daniel, Frederico, Rojão, Calabote, Miguel, Pedro Campos, Vasco, Jorge, Mafalda, Inês, Diogo, Alexandre Martins, Xana, Miguel Lisboa, Gonçalo, João Lima, Pedro Reis, Ruivo, Carlos Soares, Hélder, Luís, Vitor, João, Mário, Carlos Cardoso, Gizela, Isabel, Paula, Aida, Marta, Ana Moura…

Obrigado também aos meus colegas treinadores de todos os restantes clubes, fomos “rivais” dentro do campo mas fora do campo partilharmos o nosso profissionalismo e amizade.

Obrigado pela colaboração à ABL, ANTB, ANJB, ENTB e FPB.

Obrigado pelo ensinamento a Prof. Carlos Silva e ESDRM e a Universidade de Lusófona.

Obrigado a todos os pais dos atletas pela confiança prestada!

Obrigado a todos os adeptos pelo apoio e fé.

MUITO OBRIGADO a Zé Fradilha, a André Cardoso, a Sr. António Raimundo e à Leocádia.

Por fim UM ESPECIAL OBRIGADO A TODOS OS MEUS ATLETAS e espero que com eles o Benfica vá continuar a ganhar e a formar campeões sem nunca se esquecer “de que é difícil criar o hábito de ganhar, e ainda mais fácil de o perder, e que por isso é importante acalentar regularmente hábito vitorioso”.

OBRIGADO A TODOS POR TUDO!!!

Boa sorte e muita saúde e até um breve encontro no próximo verão!

Sempre com vocês

Goran Nogic"

sexta-feira, 4 de setembro de 2015

Ainda as contas do terceiro trimestre...

Confesso que estou ansioso por ver os resultados anuais comparativos das SAD's dos três grandes mas enquanto não chega o fim de outubro podemo-nos ir entretendo com esta análise explicada da situação financeira dos três grandes.

Nota: Agradeço ao TOC António Ascensão a compilação destes dados e a explicação dos mesmos.


Conclusões à análise das contas dos 3 grandes: